Cartas na rua (Charles Bukowski)

domingo, maio 19, 2013


Demorou mais finalmente terminei de ler este livro (as provas finais não deixaram, que vida cruel!). É o primeiro livro de Bukowski que li e simplesmente amei. ♥

Cartas na Rua foi escrito logo após a saída de Bukowski dos correios dos EUA, no qual trabalhou por cerca de doze anos da sua vida. A narração é praticamente uma biografia de Bukowski usando o pseudônimo de Hank Chinask, é dividido em seis capítulos (sem títulos) sendo os mesmos divididos em subcapítulos.


Hank é um daqueles homens que só querem saber de bebida, mulher e dinheiro. Trabalhava nos correios apenas pelo dinheiro, não achava aquilo uma profissão, estava ali apenas pela estabilidade financeira. Depois de um tempo começou a frequentar corridas de cavalos, e vendo que ali ele ganharia mais dinheiro do que nos correios ele abandona a profissão de carteiro e vive como um apostador. Lá ele conhece Joyce no qual se casam e passam um bom tempo juntos, porém o amor não dura muito e eles se separam (é possível durante a narração perceber que ele realmente gostava muito dela). Durante todos os anos em que esteve lá sempre esteve mudando de mulher, nunca ficava fixo com alguma.

ISBN: 978-85-254-2449-5 Editora: L&PM POCKET Páginas: 185 Nota: 5/5
Bom depois deste pequeno spoiler (desculpe, hehe). Gostaria de dizer que adorei o livro, já conhecia um pouco sobre sua narração mas me surpreendi quando o li. A forma de como se expressa simplesmente me fez virar sua fã. Ele não tem papas na língua, fala tudo o que quer e quando bem entender. Gostei demais e recomendo muito.

O livro é aquele de bolso super prático, da editora L&PM POCKET. Com um ótimo designer na capa, fonte e espaçamento muito bons ♥.

P.S.: Há passagens durante a narração que aparecem palavrões e descrição de sexo. Então sugiro que tomem cuidado durante a leitura. É um livro para maiores de idade!



E então, alguém já leu? O que achou? Me falem. 
Quem quiser me acompanhar: Skoob.
Obrigada gente!

Você também vai gostar

2 Comentários

  1. Oi, Camilla.

    Quando você disse que o autor não tinha papas na língua, já imaginei os palavrões e as cenas impróprias para menores. Eu não gosto dessas coisas nos livros, tolero quando gosto muito da história, mas evito ler o livro se souber disso previamente. Também não gosto de livros de bolso. =( Mas a capa é mesmo muito linda.

    Beijos,

    Isie Fernandes - de Dai para Isie

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gosto de todos os tipos de linguagem nos livros sabe? Ele é assim mesmo, gosta de falar de jeito sujo e gostei dele por causa disso, não está nem aí para o que pensam do jeito dele. heheh Gosto dos livros de bolso pela praticidade de poder leva-los para qualquer lugar. kk beijão

      Excluir

Seguidores